quarta-feira, 7 de março de 2018

AUTORES DO LICEU - 3 Manuel A. Domingos, de Manteigas até à Guarda


     Em Manteigas bebeu a literatura de mistura com algumas águas do Zêzere. Depois subiu até à nossa cidade e alimentou esse vício de escrever: na Afonso de Albuquerque e depois no IPG. Tentou, de seguida, ser professor. E, infelizmente, continua a tentar pois, ao fim de muitos anos de precariedade, continua desvinculado como tantos outros que são necessários, mas a quem o estado nega essa necessidade. Fragilidades dos nossos tempos. “Pergunto-me, várias vezes ao dia, por que razão continuo a ser professor. Ainda ontem, enquanto preparava uma ficha de trabalho (apostando naquilo que vulgarmente é designado por "diferenciação pedagógica"), mesmo sabendo que os alunos não lhe iam ligar nenhuma (como hoje tive a oportunidade de confirmar), me perguntei "será que vale a pena?". E não venham com a conversa de que vale sempre a pena se a alma e tal.”, escreveu há dias no seu blogue (http://meianoitetododia.blogspot.pt/).    
      Poeta, prosador, amante de Bukowsky (que já traduziu), professor nas horas insatisfeitas, fundou uma editora, a Medula, onde publica edições que, de outro modo, não veriam a luz.
   Tem colaboração dispersa em várias revistas: Praça Velha (Guarda), Palavra em Mutação (Porto), Sulscrito (Faro), Big Ode (Lisboa), Sítio (Torres Vedras), Piolho (Porto), A Sul de Nenhum Norte (Coimbra) e Enfermaria 6 (Lisboa). Foi colaborador do suplemento literário Correio das Artes (João Pessoa, Brasil). PoesiaEntre o Silêncio e o Fogo (AQUILO Teatro, 2002), Mapa (Livrododia, 2008), Teorias (Edição do Autor, 2011), Penumbra (Edição do Autor, 2012), Interrupção (Edição do Autor, 2014); ProsaVala Comum (Medula, 2013); Teatro: Eu queria encontrar aqui ainda a terra (Cadernos TMG, 2009 — co-autoria com António Godinho); Traduções: Xavier Queipo, Árctico (Livrododia, 2009), Charles Bukowski, Ham On Rye: Pão com fiambre (Ulisseia, 2010), Antonio Orihuela, Que o Fogo Recorde os Nossos Nomes (Medula, 2013), E. Ethelbert Miller, Falta de Ar (Medula, 2014).

0 comentários :

Enviar um comentário

Os comentários anónimos serão rejeitados.